quarta-feira, junho 24

O SEGREDO DE UM RELACIONAMENTO

Passamos a vida á procura de alguém com quem partilhar uma vida. E com o passar do tempo, quando encontramos essa pessoa, deixamos de fazer o que quer que seja para a manter do nosso lado. Ou porque não queremos mais sexo, ou porque ele não quer, ou porque temos menos tempo, ou porque temos muitos filhos, ou porque não temos nenhum. Ou porque deixamos de seduzir e manter acesa a paixão. O segredo para um bom relacionamento: manter acesa a chama. E não sentir que temos tudo como dado adquirido. Porque é o maior erro que se pode cometer. 
Não deixem que a relação caia na rotina. Fazer sempre o mesmo, dar sempre o mesmo, o que quer que seja. Parece que não mas é muito fácil alguém que ainda não tenha passado por isso, nos seduzir, nos cativar e convencer que é diferente. Resumindo, é muito fácil deixar-mo-nos cativar por outras pessoas quando a nossa relação está condenada. E a culpa acaba sempre por ser dos dois. Do que não tentou e do que se acomodou. Sim, são coisas diferentes. No fim todas as histórias de amor acabam por ser iguais. Há a réstia do amor, o pouco do respeito, a réstia de confiança e o nada de paixão.

Passamos á vida á procura de alguém com quem partilhar uma vida. Mas porque o fazemos para depois deixarmos de investir na felicidade, isso meus caros, ainda ninguém descobriu.  

sexta-feira, junho 19

CURIOSO COMO QUANDO ALGUÉM NOS INTERESSA...

 ...as coincidências são tantas que parece que estão a apelar a uma história de amor entre os dois. 
Achamos imensa piada áquele homem charmoso, inteligente e cativante e, de repente, sorte do caraças, tudo aquilo que ele posta no Facebook coincide com o que gostamos. 

Estado - a ler 50 SOMBRAS DE GREY - like (- uau ele gosta de ler! que fofo!)
Estado - a ouvir James Blunt "You´re Beautiful" - like (- uau ele é romântico! que fofo!)
Estado - a ver ROMEU E JULIETA - like - "gostamos do mesmo. kiss"
Estado - a comer uma gaja - like - "oh...só a mim não me comes (pronto isto foi exagerado)

Tudo isto para dizer que há mulheres que não têm consciência ainda do ridículo. E de outras coisas mais. Que não têm consciência que eles estão a borrifar-se para os likes ou os comentários a dizer que têm bom gosto e que também elas adoram a música, o filme ou o caraças que eles ouvem, vêem ou o raio. E que eles sabem perfeitamente que, tal como a mulher bonita, também nós só estamos fascinadas pelo charme deles. Se não sabem deviam saber. NENHUMA MULHER PODE AMAR PELO FÍSICO. NENHUMA MULHER AMA ASSIM DE REPENTE. E nenhuma mulher no seu perfeito juízo pode continuar a dizer que sente algo por um homem que lhe dá para trás constantemente, um homem com quem nunca esteve porque ele nunca quis mas que diz que ama e que é muito boa pessoa só porque é bonito e põe coisas bonitas. 

FASCÍNIO - procurem no dicionário, pensem sobre o assunto e depois mentalizem-se que não vale a pena a figura de idiota por um tipo que sabemos que não vamos ter. Mas que queremos muito. Porque é bonito. 



NUMA RELAÇÃO HÁ SEMPRE UM QUE AMA MAIS...

...um que é capaz de fazer mais pelo outro. Que ama tanto que não enxerga o excesso de amor. Poderia dizer que esse alguém é na sua maioria a mulher, talvez por termos a capacidade de amar de uma forma que mais ninguém ama. Mas isso não seria totalmente verdade. O homem consegue amar cegamente. Ser dedicado.
Numa relação há sempre alguém que parece esforçar-se mais. E depois há a outra pessoa. A que ama da forma que nós consideramos "normal", a que aceita quase tudo o que o "excessivo" diz sem contestar. Por duas razões: porque ama o suficiente para não argumentar ou dramatizar ou porque simplesmente não quer lançar uma discussão das feias. Porque o excesso de amor torna as pessoas chatas. Torna as pessoas doentes e desconfiadas. O excesso de amor torna as pessoas exageradas e se não recebem a mesma quantidade de amor que têm, solta-se um drama.

Numa relação há sempre um que ama mais, podem culpar o coração ou as hormonas ou o raio que o parta mas, a verdade, é que isso nunca impediu ninguém de ser realmente feliz. 

quinta-feira, junho 18

O LADO SEXUAL EM MUDANÇA

Assim de repente, á primeira vista, o tema sexo é tabu. Á primeira vista, em muitos casos, só é importante a quantidade e não a qualidade. Para um casal é importante haver sexo suficiente para saciar os dois, mesmo sendo apenas razoável. 
Segundo os e-mails e mensagens que tenho recebido, isso está a mudar. As pessoas querem saber, querem melhor e, melhor que tudo isso, querem estar á altura de certos parceiros safados e darem tudo por tudo. Ou seja, cada vez mais a minha opinião acerca do sexo ser importante está a ser partilhada. 
Dou comigo a ler mensagens sobre pessoas que achavam que eram bons na cama até se aperceberem que afinal sentem não estar á altura dos parceiros e quererem dicas para satisfazerem ao máximo. Mensagens de pessoas que não têm bom sexo e querem dicas sobre como abordar a outra pessoa para juntos atingirem o prazer intenso e melhorarem a relação. 
Dou comigo a ler mensagens de pessoas que de repente decidiram aderir á moda 50 SOMBRAS DE GREY e querem ser algemadas e dominarem ou serem dominadas. Pessoas que querem dicas de por onde começar. 
E dou comigo a pensar porque raio me fazem esse tipo de perguntas. E o que deu na cabeça dessas pessoas para de repente quererem ser autênticos deuses do sexo. E só encontro uma resposta: o livro do Grey acordou os selvagens. 
O sexo está em mudança. As pessoas querem acompanhar essa mudança. Querem ser os melhores. Querem fazer bons orais, perder o medo dos anais, ultrapassarem dores e, principalmente, excitarem intimamente os parceiros mostrando que percebem do assunto e pelo menos querem tentar. Ou, em último caso, ficarem quietinhas e deixarem que os parceiros usem e abusem deles. 
Parece-me bem isso. Saber sobre o tema sexo pode não parecer útil mas continua a ser dos temas mais vendidos nos livros, falados nos programas, e colocados num grande patamar nas relações. Posto isto, devemos tentar manter-nos sempre em cima do assunto. Não concordam?

Com esta postagem e visto que as pessoas consideram tão importante a opinião da Miss B, passo a aceitar oficialmente questões, dúvidas ou desabafos no meu mail e/ou página no Facebook. Prometo responder a todos. 

terça-feira, junho 2

O QUE SABEMOS SOBRE O SEXO...

...é aquilo que o medo nos deixa saber. Aquilo que a insegurança nos deixa descobrir. O que a mente nos diz para temer. Porque a mente não sabe. O corpo tem de explicar. 


O que sabemos sobre sexo é cada vez menos. Porque uns já não querem saber e outros conformam-se em saber apenas porque um doutor qualquer disse. E para nós é mais do que suficiente. Porque se alguém que estudou diz que é bom ou mau, então não precisamos de comprovar nós mesmos, certo? Errado. 
Vivemos em conformidade. Ou apenas somos preguiçosos demais para saber. 
O que sabemos sobre sexo para nós chega-nos. 
Oral, anal, vaginal, cunnilingus, bdsm...todos conhecem os termos, sabem como se faz, o que significa assim de repente.
Orgasmo múltiplo, orgia, skin parties...temos uma ideia. Aposto que parte de vocês não teve o primeiro e nunca aderiu ao terceiro.

O que sabemos sobre sexo afinal? O que estamos dispostos a fazer para descobrir? Nada.
E enquanto o nada não nos afectar a vida pessoal, estamos bem.

(does this make any sense?)

domingo, maio 17

CARTA A MISS B

" Boa noite.
Antes de mais quero agradecer o que fazes. Escrever sobre sexo da forma que escreves não deve ser fácil. Escrever para causar algum tipo de sensação física, um arrepio, nem sempre é fácil. Tu causas isso em mim. Acho que não preciso de dizer o que cresce em mim cada vez que leio certas histórias tuas. Mesmo que não tenha sido provado que sejam verdade. Acredito que o sejam porque a forma como as descreves só podem fazer parte da realidade. Não vou dizer as vontades que me dás. Deves saber porque não devo ser o único e por muito ordinária que sejas nas palavras acredito que és uma senhora. E eu como cavalheiro que sou serei educado em todas as minhas palavras.
Procurei por toda a parte. Dizem que quanto mais se procura algo mais difícil se torna de encontrar. Mas procurei. Procurei alguém assim como tu. Uma senhora, uma lady, uma mulher inteligente, com o dom da palavra mas extremamente bombástica no sexo. Alguém que saiba o que faz. Ou pelo menos que saiba do que fala. 
Quando dei com o teu blog apaixonei-me imediatamente. Pela Miss B, a safada Miss B e pelo lado romântico e sensato. Porque é isso que falta nas mulheres de hoje. Um pouco disso. 
Que te mantenhas assim toda a tua vida. E feliz do homem que te tem e te teve. E terá.
Beijos quentes,
S. "

terça-feira, maio 5

A IMPORTÂNCIA DO SEXO ou AS MULHERES E O SEXO

Será que todas queremos o mesmo? Para todas nós é importante o bom sexo numa relação? 
A verdadeira questão poderá ser mesmo se o sexo (bom ou mau) é realmente importante para todas. Porque ao fim e ao cabo gostamos de nos poder gabar de termos um namorado bom na cama, pelo menos enquanto ainda temos aquela vontade de o ter dentro de nós e mostrarmos que até somos boas. Mas também foi várias vezes comprovado que quando temos alguém para quem isso é importante, acabamos por nos cansar ou ficar desapontadas por ele querer mais vezes que nós, mesmo ele dizendo que o excitamos imenso. 
Do meu ponto de vista, um homem dizer-me isso por si só já é motivo mais do que suficiente para eu me esforçar para lhe dar muito bom sexo. Mas isso sou eu a dizer. 
Nunca damos real valor ao que temos. E quando temos tudo o que queremos na cama começamos a ponderar no que seremos capazes de fazer para o manter. Somos o ser mais fantástico que existe em questões sexuais, apenas pelo simples facto de conseguirmos ter mil e um orgasmos e podermos gabar-nos de nenhum homem conseguir acompanhar isso. E no entanto de nada nos adianta porque, com o passar do tempo, o que temos parece-nos pouco. Ou estupidamente exagerado porque ele só pensa nisso. Porque nem queremos saber se excitamos ou não, se ele insiste em sexo automaticamente é tarado. Com o tempo perdemos o interesse. No que temos. Sim porque possivelmente o alheio será muito melhor. Só porque é alheio. A foda pode ser a mesma, até pode ser pior. Mas o coro sem dúvida será melhor. 
E que tem isto tudo a ver? Nada. Este texto nem faria sentido se não fosse pela minha vontade súbita de voltar a escrever sobre sexo. Sem amor. E de mulheres. Que não dão valor ao prazer para depois se queixarem. 
E se não fosse pela minha vontade de salientar que o sexo é importante numa relação. 
Mas que percebo eu disto né?

Quem não me perde de vista

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Política de Privacidade

Conteúdo administrado e recebido por Miss B e Sexo e Cenas. 1. Nenhuma informação pessoal dos meus visitantes é comercializada e/ou trocada com terceiros. Os dados fornecidos por eles em qualquer forma de contado, não são repassadas para nenhum outro. 2. Também não são utilizados os dados, como e-mail, para distribuir mensagens não solicitadas e/ou em massa. Os e-mails dos usuários não são armazenados em listas e só entro em contato para responder dúvidas e/ou agradecer visita/contato/solicitação/ajuda/informação e apenas uma única vez. Parte de um e-mail de contato pode ser usado como referência para compor artigos e tutorias e cito a pessoa que enviou. Mas antes entro em contato avisando da possibilidade daquele e-mail ser usado como fonte e solicito previamente autorização para usar o nome e link de quem escreveu. 3. Apenas os comentários nos artigos ficam visíveis para todos os demais visitantes do blog Sexo e Cenas. Os comentários são previamente moderados por mim como administradora do blog Existe uma Política para Comentários e recomendo que leiam: Os comentários são Moderados. Todos os comentários recebidos são previamente lidos. Só são publicados os comentários que eu, administradora, considerar adequados para o artigo em questão. Apesar das regras descritas acima, nada garante que o comentário seja publicado, pois reserva-se o direito de não aplicar as regras aqui contidas sem aviso prévio e estas são apenas uma baliza de orientação para quem desejar expor sua opinião. Tenho em vista, claro, os comentários que podem ser relevantes e que valorizam o meu trabalho. Não tendo interesse em publicar nada que ofenda o blog, nem que seja uma crítica impertinente ou desnecessária. Nos comentários só são aprovados textos que valorizam o que faço e que podem ajudar outras pessoas. 4. Os links e banners de parceiros são selecionados segundo a Política de Conteúdo do Blogger. Disponho os elementos dos meus parceiros por solicitação deles e, daqueles que não solicitaram, envio pedido prévio com aviso indicando que serão linkados neste blog. Ao receber a aprovação destes coloco a informação num local visível do blog. Aos que não solicitaram parceria, mas têm seus links/banners publicados aqui, faço-o como forma de indicação do serviço prestado por eles e por assim permitirem ou indicarem essa possibilidade em seus sites/blogs. Obs.: Não me responsabilizo pelo conteúdo dos meus parceiros e espero que estes estejam em total acordo com as regras de utilização do Blogger e dos seus outros parceiros. Conteúdo de terceiros. Tenho parceria com empresas de publicidade virtual – como o Google AdSense – que se utilizam do sistema de publicidade contextual, mas podem usar de outros recursos para determinar que tipo de publicidade veicular neste blog. Não controlo aquilo que eles disponibilizam. Este blog, pode ou contém imagens, vídeos ou outros, com conteúdos de nudez parcial ou total, não aconselhavél a menores de 18 anos. O acesso ao blog, por parte de menores é estritamente proibido, o seu acesso é da responsabilidade dos intervenientes ou seus encarregados de educação. Parte do conteúdo é retirado da internet e outro recebido por mail sendo esta última via difícil de controlar de onde vem o conteúdo, Autor, Site, Blogue, ou outras fontes. Sou contra a pratica do plágio, se detectar algum conteúdo da sua autoria em parte ou na totalidade postado neste blogue e que comprove que é seu legitimamente o mesmo será removido na hora. Para isso basta contactar-me. Mais, todo o conteúdo deste blogue é meramente ilustrativo, sem qualquer carácter comercial. Sexo e Cenas, ainda condena todo o tipo de conteúdo sexual, onde sejam utilizados menores de 18 anos, bem como ao incitamento de terceiros para tais práticas. Mais, Sexo e Cenas exclui-se de qualquer responsabilidade de qualquer link que directa ou indirectamente, redirecione para páginas de pedofilia ou outras em que se promova ou se visualize o abuso sexual de menores. Qualquer semelhança aqui reproduzida em forma de textos ou outras com a realidade, são pura coincidência.