terça-feira, fevereiro 12

TEXTO DO PASSATEMPO - LUÍS SOUSA

Tinhamos planeado encontramo-nos na praia. Sim, um bocado demasiado comum para o meu gosto, mas é assim que as coisas começam sempre, por serem comuns. E como é que um encontro na praia pode falhar? Há mar, sons naturais capazes de fazer a cabeça sair de quase todo o tipo de problemas. O meu unico problema é que este tipo de coisas são apenas fachadas para mim. Nada daquilo era o que eu realmente queria fazer com ela.
Ela chegou, e usava uns calções de ganga curtinhos, e uma camisa preta, mangas curtas. E claro um casaco de cabedal. As minhas mãos suaram de antecipação, e os meus musculos tinham apenas um reflexo que a minha mente tinha de controlar: arrancar-lhe aquela roupa provocadora e possui-la alí mesmo, praia cinco da tarde.
Eu tinha uma garrafa de champagne no carro, obviamente. Tinha planeado tudo na minha cabeça e conseguia ver nos olhos dela que estava nervosa. "Ainda bem" pensava eu. Gosto de dominar psicologicamente tanto como gosto de dominar fisicamente.
"Entao, tens assunto de conversa?" provavelmente foi a pior maneira já inventada de começar uma conversa, mas começou.
"..." Ela hesitou, pegou na garrafa e serviu-se. Bebeu um pouco, o batimento do coraçao acelarado notou-se no seu pescoço. Havia quimica na ausencia de palavras.
Ela falou, mas nao me perguntem o que ela disse. Eu estava demasiado distraído a medir todos os subtis sinais que o corpo dela me dava. E sejamos honestos, estava demasiado distraído pelo reflexo do sol nas suas pernas.
O tempo foi passando, a conversa estava bastante boa e o sol ia-se pondo. Chegou o momento que eu tinha esperado uma tarde para conseguir. A derradeira pergunta: "Queres vir até minha casa? Fazemos uns cocktails e tal." ("e tal"?? A serio?? Quem é que diz isto??"
A resposta dela foi simples, para o bem ou para o mal só podia ter 3 letras. "Sim."
Chegamos a minha casa, eu nao conseguia impedir os meus impulso mais tempo, e mesmo antes de sairmos do elevador o meu lado animal tomou conta de mim. Agarrei a pela cintura e virei-a para mim, mas nao a beijei nos labios, demasiado simples. Beijei-a no pescoço, lentamente. Labios apenas primeiro, caricias com a lingua depois. Ela arrepiou debaixo dos meus dedos e eu sorri no meio de uma respiração. Mordi-lhe a orelha e sussurei-lhe enquanto lhe metia a mão dentro dos calções "Entao? É no corredor ou queres que te mostre a porta?". Ela voltou a tremer e sabia que a ia fazer perder o controlo. Ela nao me respondeu e beijou-me.
Entre amassos e beijos meios atabalhoados pelo movimento, fomos chegando à porta. Consegui tirar as chaves do bolso do casaco e abri a porta.
A primeira superficie que se nos deparou foi a comoda da entrada, mas nao tinha motivaçao para ir mais longe. Atiramos com tudo ao chao no momento que ela subiu para o meu colo e se sentou no movel. Desapertei-lhe a camisa, e arranquei alguns botoes. Ela tirou-me a camisola e os meus peitorais tremiam em pulsos de adrenalina.
Beijei-lhe os seios, arranquei-lhe o sutia com os dentes, ainda bem que abria à frente, e comecei a baixar lentamente os meus labios pelo seu corpo, aproximando-me da zona critica. Tirei-lhe os calçoes, e o fio dental. E trabalhei a minha magia. Sou o tipo de homem que faz com a lingua o que muita gente nao consegue fazer com parte nenhuma do corpo. Faço angulos e movimentos que parecem impossiveis. E era obvio que ela estava a gostar, pois as suas pernas tremiam nos meus ombros. Ela estava humida a tal ponto que o movel estava molhado.
Tirei-a de cima do movel, virei-a de costas para mim, encostei-lhe o peito à mesa e penetrei-a. Os gemidos dela faziam-me perder batimentos em excitação. Mordi-lhe o pescoço enquanto ela me gritava para ir mais fundo. E quem sou eu para a contrariar. Suamos, gememos e finalmente viemo-nos. Ela virou-se para mim  ajoelhou-se a chupou-me enquanto eu relaxava de todo o poder daqule orgasmos. Sim, sexo oral é bom, mas sexo oral pós-orgasmo é das melhores sensaçoes do mundo.
Estava cansado. "Podemos dormir aqui se quiseres" disse-lhe. Agarrei-a pela cintura, levei-a para o quarto e deitamo-nos entre beijos.
Adormeci. Quando acordei ela nao estava. Teria tudo sido apenas um sonho? 
Olhei para a entrada.  E vi um botão.


Ass: 666

Nenhum comentário:

Quem não me perde de vista

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Política de Privacidade

Conteúdo administrado e recebido por Miss B e Sexo e Cenas. 1. Nenhuma informação pessoal dos meus visitantes é comercializada e/ou trocada com terceiros. Os dados fornecidos por eles em qualquer forma de contado, não são repassadas para nenhum outro. 2. Também não são utilizados os dados, como e-mail, para distribuir mensagens não solicitadas e/ou em massa. Os e-mails dos usuários não são armazenados em listas e só entro em contato para responder dúvidas e/ou agradecer visita/contato/solicitação/ajuda/informação e apenas uma única vez. Parte de um e-mail de contato pode ser usado como referência para compor artigos e tutorias e cito a pessoa que enviou. Mas antes entro em contato avisando da possibilidade daquele e-mail ser usado como fonte e solicito previamente autorização para usar o nome e link de quem escreveu. 3. Apenas os comentários nos artigos ficam visíveis para todos os demais visitantes do blog Sexo e Cenas. Os comentários são previamente moderados por mim como administradora do blog Existe uma Política para Comentários e recomendo que leiam: Os comentários são Moderados. Todos os comentários recebidos são previamente lidos. Só são publicados os comentários que eu, administradora, considerar adequados para o artigo em questão. Apesar das regras descritas acima, nada garante que o comentário seja publicado, pois reserva-se o direito de não aplicar as regras aqui contidas sem aviso prévio e estas são apenas uma baliza de orientação para quem desejar expor sua opinião. Tenho em vista, claro, os comentários que podem ser relevantes e que valorizam o meu trabalho. Não tendo interesse em publicar nada que ofenda o blog, nem que seja uma crítica impertinente ou desnecessária. Nos comentários só são aprovados textos que valorizam o que faço e que podem ajudar outras pessoas. 4. Os links e banners de parceiros são selecionados segundo a Política de Conteúdo do Blogger. Disponho os elementos dos meus parceiros por solicitação deles e, daqueles que não solicitaram, envio pedido prévio com aviso indicando que serão linkados neste blog. Ao receber a aprovação destes coloco a informação num local visível do blog. Aos que não solicitaram parceria, mas têm seus links/banners publicados aqui, faço-o como forma de indicação do serviço prestado por eles e por assim permitirem ou indicarem essa possibilidade em seus sites/blogs. Obs.: Não me responsabilizo pelo conteúdo dos meus parceiros e espero que estes estejam em total acordo com as regras de utilização do Blogger e dos seus outros parceiros. Conteúdo de terceiros. Tenho parceria com empresas de publicidade virtual – como o Google AdSense – que se utilizam do sistema de publicidade contextual, mas podem usar de outros recursos para determinar que tipo de publicidade veicular neste blog. Não controlo aquilo que eles disponibilizam. Este blog, pode ou contém imagens, vídeos ou outros, com conteúdos de nudez parcial ou total, não aconselhavél a menores de 18 anos. O acesso ao blog, por parte de menores é estritamente proibido, o seu acesso é da responsabilidade dos intervenientes ou seus encarregados de educação. Parte do conteúdo é retirado da internet e outro recebido por mail sendo esta última via difícil de controlar de onde vem o conteúdo, Autor, Site, Blogue, ou outras fontes. Sou contra a pratica do plágio, se detectar algum conteúdo da sua autoria em parte ou na totalidade postado neste blogue e que comprove que é seu legitimamente o mesmo será removido na hora. Para isso basta contactar-me. Mais, todo o conteúdo deste blogue é meramente ilustrativo, sem qualquer carácter comercial. Sexo e Cenas, ainda condena todo o tipo de conteúdo sexual, onde sejam utilizados menores de 18 anos, bem como ao incitamento de terceiros para tais práticas. Mais, Sexo e Cenas exclui-se de qualquer responsabilidade de qualquer link que directa ou indirectamente, redirecione para páginas de pedofilia ou outras em que se promova ou se visualize o abuso sexual de menores. Qualquer semelhança aqui reproduzida em forma de textos ou outras com a realidade, são pura coincidência.